Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Edição 194, de 22 a 25 de Outubro de 1980

Em 05/08/2010 às 09h38


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

A seguir, as principais notícias veiculadas na edição de número 194 do jornal O DEBATE, que circulou entre os dias 22 e 25 de outubro de 1980.


Prefeitura vai começar a cobrar taxa de iluminação

O prefeito Carlos Mussi tinha encaminhado a Câmara Municipal, projeto de lei que solicitava a Companhia de Eletricidade do Estado do Rio de Janeiro (CERJ), assinatura de convênio para cobrança da taxa de iluminação pública.


Secretário Estadual de Educação e Cultura estará em Macaé

O secretário estadual de Educação e Cultura, Prof. Arnaldo Niskier, tinha agendado uma visita ao município para inauguração de diversas obras na região. Na mesma semana, professores entregaram ao presidente da Câmara Municipal um abaixo-assinado com 1.508 assinaturas, solicitando solução para as reivindicações da classe, como efetivação e equiparação salarial.


Feira do Livro é proibida de acontecer na praça

A I Feira do Livro de Macaé que aconteceria entre os dias 24 e 26 de outubro, tinha sido proibida pelo prefeito Carlos Mussi, de acontecer na Praça Veríssimo de Melo. Mesmo com o Detran se encarregando de organizar o evento, o prefeito alegou que proibiu a feira por falta de segurança, e transferiu para rua Prefeito Moreira Neto. Além da proposta que seria facilitar o acesso de crianças aos livros, o evento teria diversão com apresentação teatral e de bandas de música.


Demonstração de combate ao fogo vai atrair público

Era aguardado um grande público durante a exposição de equipamentos de segurança e proteção individual, e a demostração de combate ao fogo, por funcionários do setor de Segurança Industrial da Petrobras, que havia sido instalada no Fluminense F. C. Organizadores do evento apostavam que a oportunidade de ver a ação do homem combatendo um incêndio de grandes proporções, atrairia a atenção de muitas pessoas.


Moradores reclamam da Viação Líder

Moradores da rua Governador Roberto Silveira, solicitavam as autoridades uma posição quanto a lavagem dos ônibus da empresa Viação Líder, estarem acontecendo em plena via pública. Eles informavam ainda, que o lixo também era varrido para rua e levado pela água para galeria pluvial, entupindo o esgoto.




Autor: Redação de Jornalismo - jornalismo@odebateon.com.br


    Compartilhe:


publicidade

View Site in Mobile | Classic
Share by: