Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Futuro próximo

Em 20/12/2010 às 19h37 - Atualizado em 20/12/2010 às 19h37


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Guilherme Sardemberg, Eng. Etelmar Jr. (Macvela), Guilherme Sardemberg, Eng. Etelmar Jr. (Macvela),
A última semana foi muito produtiva em relação recuperação da Lagoa de Imboassica sejam em termos práticos e em preparação do futuro, que a cada dia está mais próximo. Os pessimistas de plantão podem se alegrar, pois estamos evoluído para limpeza da Lagoa.

Fechamos com o Pontal Materiais de Construção, nosso primeiro parceiro, um acordo de plantio de mudas em uma área nos fundos da nova e bonita loja, localizada na Fazenda Mutum. Esta parceria envolve a Secretaria de Meio Ambiente (Seema), que doará e plantará as mudas, dentro de um projeto a ser desenvolvido por eles. 

Ao diretor da empresa e parceiro do Projeto Lagoa Viva, Márcio Costa, caberá a limpeza do local e cuidados com as mudas para que tenhamos êxito no plantio. 

É importante agradecermos também o secretário de Meio Ambiente Maxwell Vaz, também parceiro do Projeto. Neste primeiro exemplo de união entre a sociedade civil organizada, empresário e poder público vemos uma realização de uma das estratégias do Projeto Lagoa Viva. Unindo forças venceremos os problemas.

Para a verificação da área do Pontal, estiveram nos acompanhando nosso colaborador Guilherme Sardemberg, especialista no assunto e o engenheiro Etelmar Jr., da Macvela, onde fomos recebidos pelo Valcir, gerente do Pontal, pessoa competente e sempre pronto a ajudar.

Recebemos ainda na área do Pontal Materiais de Construção, os engenheiros da Seema Flávio Sayão e Alessandra Veloso, que após levantamento das necessidades, vão desenvolver o projeto de plantio e cuidados com as mudas.

Nesta semana ainda, estivemos em visita e reunião na secretaria de Meio Ambiente, onde o secretário Maxwell Vaz e a engenheira Alessandra Bittencourt nos disponibilizaram amplo material de pesquisa, para que não precisemos partir do zero e, assim, atrasar nossos estudos sobre a Lagoa. Daremos prioridade de trabalho em três áreas junto com a secretaria:

1. Assoreamento: Recebemos o levantamento batimétrico para que possamos desenvolver um Projeto de Desassoreamento, ou seja, de dragagem da Lagoa de Imboassica. Estes projetos são desenvolvidos por engenheiros e biólogos para que o impacto da obra seja o menor possível, porém o benefício será devolvermos à Lagoa uma lâmina d’água adequada;

2. Taboas: Desenvolveremos junto com pesquisadores, engenheiros florestais e biólogos um estudo de manejo das taboas que sufocam a Lagoa de Imboassica. Temos áreas virando verdadeiros brejos, que se não forem cuidadas logo, o processo pode ser irreversível;

3. Mata Ciliar: Com o sucesso do acordo com o Pontal Material de Construção, procuraremos outros empreendimentos e fazendas localizados na bacia hidrográfica da Lagoa de Imboassica para fecharmos novas parcerias. Quem quiser aproveitar o Projeto para plantar mudas no entorno dos canais e Rio Imboassica pode nos procurar que desembaraçaremos o processo;

Outra conquista para o Projeto Lagoa Viva, após reunião com o gerente de Comunicação da Petrobras, Lincoln Weinhardt, foi o apoio recebido desta empresa ao Projeto Lagoa Viva, se propondo a fazer o possível para ver a Lagoa de Imboassica balneável. A Petrobras já era uma “Amiga da Lagoa” há algum tempo, desenvolvendo convênios de apoio a pesquisa neste habitat, dos quais somos muito gratos.

Convidamos outras empresas que queiram fazer parte do Projeto Lagoa Viva a nos procurarem (projetolagoa viva@gmail.com). Esse movimento da sociedade civil organizada, encabeçada pela Associação Macaense de Vela (Macvela) e apoiada pelo Jornal O DEBATE, pela Maçonaria Macaense, Associação Macaense de Engenheiros e Arquitetos (Amega) e CREA-RJ, estará de braços abertos para receber novos integrantes.



Autor: Ubiracy Jardim | Engenheiro Civil

Foto: MACVELA


    Compartilhe:


publicidade

View Site in Mobile | Classic
Share by: