Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Datas Comemorativas

Em 23/07/2012 às 11h05


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

O Gueto de Varsóvia foi o maior gueto judaico estabelecido pela Alemanha Nazista na Polônia durante o Holocausto. Nos tr O Gueto de Varsóvia foi o maior gueto judaico estabelecido pela Alemanha Nazista na Polônia durante o Holocausto. Nos tr
22/07

- Criação do Ministério da Indústria e Comércio (1960)
- Criação do Ministério das Minas e Energia (1960)
- Morte de Baltazar Carrasco dos Reis, fundador de Curitiba (1697)
- Holocausto: começa a deportação sistemática dos judeus do Gueto de Varsóvia (1942)

Holocausto: começa a deportação sistemática dos judeus do Gueto de Varsóvia

Imediatamente após a ocupação alemã da Polônia em 1939, os alemães começaram a planejar o isolamento da população judaica de Varsóvia num gueto. Nessa altura, a administração do governo geral ainda não tinha sido completamente organizada, e havia interesses conflituosos entre os três principais poderes: a administração civil, o exército e as SS. Sob estas circunstâncias, o conselho judaico, liderado por Adam Czerniaków, conseguiu atrasar a criação do gueto por um ano, sobretudo justificando aos militares que os judeus eram uma força de trabalho importante.

No entanto, o gueto acabou por ser criado pelo General Hans Frank em 16 de Outubro de 1940. A população do gueto atingiu a marca de 380.000 pessoas, cerca de 30% da população de Varsóvia. Em contrapartida, ocupava apenas 2,4% do território da cidade. Os judeus de Varsóvia foram obrigados a se deslocarem para o gueto, e os nazistas providenciaram a construção de um muro ao seu redor em 16 de Novembro de 1940, segregando completamente os judeus.

Durante o ano e meio seguinte, judeus de cidades e vilas menores foram trazidos para o gueto. Doenças como o tifo e a fome alastravam-se em enormes proporções.

Em 22 de Julho de 1942 teve início a expulsão em massa dos habitantes do Gueto de Varsóvia para os campos de extermínio. Nos 52 dias seguintes (até 21 de Setembro de 1942), cerca de 300 000 pessoas foram levadas para o campo de extermínio de Treblinka ou assassinadas mesmo em Varsóvia. Czerniaków tornou-se claramente deprimido com as deportações e suicidou-se em 23 de Julho. Os suicídios tornaram-se então muito frequentes. O sogro de Marcel Reich-Ranicki foi um deles.

23/07
- Assinatura em Viena do contrato de casamento de D. Pedro II com Tereza Cristina Maria de Bourbon (1842)
- Dia do Guarda Rodoviário
- Inauguração do Instituto Oswaldo Cruz (1900)
- Início da colonização européia em São Paulo (1840)
- Nomeação de Men de Sá, como terceiro Governador Geral do Brasil (1558)
- Proclamação da maioridade de D. Pedro II, aos 15 anos de idade (1840)
- Morte de Santos Dumont, pioneiro da aviação (1932)

24/07
- Organização do primeiro gabinete do reinado de D. Pedro II (1840)
- Proclamação da República Catarinense, erigida na cidade de Laguna sob o nome de Juliana, que seria a capital do Estado (1840)

25/07
- Criação do Ministério da Saúde (1953)
- Dia de São Cristóvão 
- Dia do Colono
- Dia do Escritor
- Dia do Motorista
- Dia dos Viajantes

26/07
- Assassinato em Recife (PE) de João Pessoa Cavalcanti de Albuquerque (1930)
- Chegada ao Maranhão da expedição francesa chefiada por Daniel de La Touche, senhor da La Ravardière (1642)
- Curitiba é levada a capital da província do Paraná (1845)
- Dia dos Avós

27/07
- Aniversário da cidade de São José dos Campos - SP
- Dia do Despachante
- Dia do Motociclista
- Dia Nacional da Prevenção de acidentes de Trabalho

28/07
- Criação do Ministério da Marinha com o nome de Secretaria dos Negócios da Marinha (1736)
- Dia do Agricultor 
- Posse de Epitácio da Silva Pessoa, presidente do Brasil (1919)
- Morre Johann Sebastian Bach (1750)


Autor: GB Edições

Foto: GB Imagem


    Compartilhe:


publicidade

View Site in Mobile | Classic
Share by: