Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Petrobras quebra recorde de entrega de gás natural

Foram 93,6 milhões de m³ na terça-feira, 94,7 milhões de m³ na quarta-feira, culminando com 96,1 milhões de m³ na quinta-feira da semana passada

Em 03/10/2012 às 10h59


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

No ano de 2012, a Petrobras superou mais uma vez os seus recordes na entrega de gás natural nacional ao mercado, superando a marca anterior de 91,4 milhões de m³, alcançada na sexta-feira (21/09). Foram 93,6 milhões de m³ na terça-feira (25/09), 94,7 milhões de m³ na quarta-feira (26/09), culminando com 96,1 milhões de m³ na quinta-feira (27/09).

Do total entregue na quinta-feira, 40,4 milhões de m³ foram destinados ao mercado termelétrico e 42,2 milhões de m³ ao mercado não termelétrico (indústrias, residências, veicular, cogeração e outros). O volume restante (13,5 milhões de m³) foi entregue às unidades da Petrobras.

O volume movimentado nesse dia foi composto por 46,4 milhões de m³ de gás natural nacional, 31,5 milhões de m³ de gás natural importado da Bolívia e 18,2 milhões de m³ de Gás Natural Liquefeito (GNL) regaseificado nos terminais da Petrobras, em Pecém (CE), e na Baía da Guanabara (RJ).

Essa movimentação excepcional de gás natural deve-se ao substancial aumento da geração de energia termelétrica em atendimento ao despacho do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), que aciona as termelétricas para complementar o suprimento energético do país em períodos de baixa nos reservatórios hidrelétricos.

A geração de energia elétrica no Parque Gerador da Petrobras também voltou a ser recorde na quinta-feira (27/09), com 5.419 MW, aos quais se somaram 1.594 MW gerados em usinas para as quais a Petrobras fornece gás, totalizando 7.013 MW. A energia gerada para o Sistema Interligado Nacional (SIN) teve um consumo de 37,1 milhões de m³ de gás natural.

A capacidade total do Parque Gerador Petrobras é de 6.952 MW, sendo 6.235 MW de termelétricas do SIN.  De acordo com o último relatório da ANP, divulgado este mês, a produção de Gás Natural na Bacia de Campos está na frente das demais. Com 36,7% do quadro geral da produção de gás no país, a bacia lidera com folga. São produzidos diariamente 26.032 milhões de metros cúbicos. Esse número é maior que o dobro produzido pelo segundo campo, Santos, que gera 11.576 metros cúbicos por dia.



Autor: Douglas Chaves douglaschaves@odebateon.com.br

Foto: Divulgação


    Compartilhe:


publicidade

View Site in Mobile | Classic
Share by: