Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

I Seminário de Diversidade e Inclusão Social.

Palestrantes orientaram o público sobre o trato com as diferenças étnicas, e a promoção da inclusão social.

Em 22/05/2013 às 12h33


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Discutir a humanização e o respeito às diferenças foi um dos temas abordados durante a palestra. Discutir a humanização e o respeito às diferenças foi um dos temas abordados durante a palestra.
O I Seminário de Diversidade e Inclusão Social realizado no auditório do Centro Administrativo Luiz Osório (antigo Ouro Negro) na tarde de ontem, dia 21, reuniu diversas autoridades macaenses que foram discutir a humanização e o respeito às diferenças, com o objetivo de propor soluções e um novo olhar para o servidor público.
A coordenadora de Igualdade Racial de Macaé, Zoraia Dias, iniciou a conferência falando sobre a "Ação afirmativa e diversidade: um olhar humano e transformador". "O olhar do servidor público, a atenção e o entendimento enquanto cidadão para com as outras etnias e religiões precisa mudar, pois se nos colocarmos no lugar do outro, veremos que todos somos iguais", disse.
Para o vice-prefeito Danilo Funke (PT), discussões no que tange as questões etnicas e de diferentes opções sociais, são analisadas de forma pertinente pelo novo governo. "A humanização é essencial para essa nova gestão, e esses momentos de debate são importantes para encontrarmos juntos soluções para que os agentes públicos compreendam melhor questões como a inclusão das minorias", enfatizou.
De acordo com o vereador Marcel Silvano (PT), os idealizadores do evento estão de parabéns pela iniciativa. "Macaé precisa se encontrar, pois uma cidade que dá oportunidades de trabalho diariamente para pessoas de outras cidades, precisa saber lidar com as diversidades culturais. Os espaços públicos são para todos, por isso, é preciso criar condições e espaço para que haja pelo menos o diálogo", frisou.
A "Proteção e respeito à diversidade cultural", foi abordado durante a palestra ministrada pelo vice-presidente da Fundação Macaé de Cultura, Paulo de Tarso e a artista plástica Beth Medeiros. A "Inclusão das minorias a partir da sensibilidade com as diferenças", foi explanado pelo palestrante Antônio Taveira do Cemeaes, já o coordenador Geral de Postura falou sobre "A contribuição dos órgãos de fiscalização".
Durante as explanações, os palestrantes passaram orientações para o trato com as diferenças étnicas, e a promoção da inclusão social. A expectativa da Coordenadoria foi atendida com a presença de representantes da Polícia Militar, o gestor do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) Edmilson Jório, vice-prefeito Danilo Funk, vereador Marcel Silvano, dentre outros representates da sociedade civil organizada.

Autor: Ana Carolina Benjamin- benjamin@odebateon.com.br

Foto: Wanderley Gil


    Compartilhe:

Tags: Eventos.


View Site in Mobile | Classic
Share by: