Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Movimento Negro elege "A mais bela negra de Macaé".

A grande final do concurso ‘A Mais Bela Negra de Macaé’ aconteceu sexta-feira (17), registrando mais um sucesso.

Em 23/05/2013 às 10h52


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

A beleza negra de 2013 já tem representante em Macaé. Trata-se do concurso "A mais Bela Negra de Macaé", em sua 4ª edição, que aconteceu na sexta-feira (17), consagrando a jovem Josiane Fortunato, de 18 anos, como a mais A mais Bela Negra de Macaé 2013. A eleição aconteceu na sede social do Tênis Clube de Macaé, em noite de muita beleza e elegância das 13 concorrentes ao título.
O concurso ‘A mais Bela Negra de Macaé’ se torna uma tradição no município, sendo promovido pelo Movimento Negro Tribo dos Malês 21, que visa a valorização da beleza negra do município, além de celebrar a passagem da Abolição da Escravatura, no dia 13 de maio.
Segundo a presidente do Movimento Negro, Marilene Ibrain, a proposta do evento é promover a raça negra, mostrando toda a sua beleza, atingindo as mulheres da comunidade. "Vale lembrar que não aceitamos doações em dinheiro, nosso trabalho é todo feito com a ajuda de patrocinadores, de gente do bem, mostrando ainda mais credibilidade e transparência", esclareceu.
O evento contou com o apoio do Tênis Clube de Mcaé, Ferragens Guimarães, Quenzas Hall, Smartur Turismo, Alinhalto, Elo Produções e Evento, Fm 101, Pagode Samba Show, Programa Coisa Nossa, Macaúba Paisagismo e Meio Ambiente, Rose Boutique, Floricultura da Praça, Samaritana Flores, Cleide Joias, Prefeitura Municipal de Macaé, Zozo Decoração, Atelier Vera Satiro, Luciano Gaucho, Poliana Eduardo, Marlon Brandão.

As grandes vencedoras

Os 12 jurados escolheram as vencedoras, que são: Josiane Fortunato (1º lugar), 18 anos - moradora do Novo Visconde e vendedora da loja Sonho dos Pés; Gilmara Silva (2º lugar), 20 anos - moradora do Novo Horizonte, comerciária e cursa Engenharia Civil na Estácio de Sá; e Ana Luiza Severiano (3º lugar), 18 anos, moradora do  Centro, cursa pré-vestibular e trabalha em empresa na áera administrativa; que foram contempladas respectivamente com os seguintes prêmios: uma moto zero quilômetro, uma TV LCD de 42 polegadas, e um Tablet Samsung.
Nessa Edição, o concurso também elegeu ‘A Simpatia Negra’, que ficou com a candidata Nyvia Carla da Silva, 22 anos, moradora do Lagomar, comerciaria e Estudante de RH, que fou premiada com uma linda pulseira de Ouro oferecida por Cleide Joias.

Etapas do concurso

Belas e exuberantes candidatas se inscreveram para subir à passarela e desfilar todo o seu charme. A etapa eliminatória aconteceu no dia 21 de abril, durante uma festa no Quenzas Hall. Do total de 36 moças, 12 foram escolhidas por uma comissão julgadora, composta por parceiros do Movimento Tribo dos Malês, algumas ex-participantes de edições anteriores e pessoas da sociedade. Já os convidados presentes também tiveram a oportunidade de escolher mais duas candidatas, totalizando 14 finalistas (tendo uma desistência). 
E a grande final do concurso aconteceu na sexta-feira (17), no Tênis Clube. O ingresso para o evento pode ser trocado por um pacote de fralda geriátrica, que é revertido para as pessoas carentes assistidas pelo Movimento.

As candidatas

Para participar do concursos, as concorrentes devem cumprir algumas exigências, como ser negras e ter nascido em Macaé ou residir na cidade há pelo menos cinco anos.
Assim, as 13 finalistas que participaram do concurso são as seguintes: Ana Luiza Corrêa, Ana Paula Barroso, Dandara Pereira, Dulmara Kaliane, Fabíola dos Santos, Gilmara da Silva, Ingrid de Oliveira, Josiane fortunato, Luiana Nascimento, Nívia Carla, Nívia Souza, Nayara de Albuquerque e Kalline Adães.

Edição anterior

Na versão anterior do concurso A Mais Bela Negra de Macaé, ao todo foram 78 mulheres negras inscritas, que passaram por uma seleção, ficando apenas 14 para a grande disputa do título máximo da beleza macaense. A eliminatória aconteceu no dia 14 de abril de 2012, em noite de desfile no Centro Cultural Rinha das Artes, ao som do grupo Só Samba, tendo como vencedora Fabíola França, moradora da comunidade Nova Esperança..
As três primeiras colocadas também receberam de prêmio uma moto zero quilômetro (1º lugar); TV de LCD (2º lugar)); e computador (3º lugar).

Movimento Negro Tribo dos Malês

O Movimento Negro Tribo dos Malês foi criado em 2009 por iniciativa da líder comunitária Marilene Ibrain com o objetivo de resgatar a autoestima dos moradores das diversas comunidades carentes e também a raça negra, possibilitando a conscientização dos seus direitos e deveres.
O movimento não tem fins lucrativos e não aceita doações em espécies. As ações do movimento ocorrem quando pessoas entram em contato para solicitar as doações. A entidade apura os fatos, e busca através de seus parceiros contribuir para atender estas solicitações. Neste sentido, o movimento realiza projetos como: A Mais Bela Negra de Macaé; Mulheres Solidárias; Amigos Para Sempre; Fome Não Tem Cor; e Os Malezinhos (que assiste uma escolinha de futebol no Lagomar).

Autor: Isis Maria Borges Gomes - isismaria@odebateon.com.br


    Compartilhe:

Tags: Movimento Negro.


publicidade

View Site in Mobile | Classic
Share by: