Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Feira de adoção será realizada no Parque Aeroporto.

Cães e gatos resgatados das ruas estarão esperando por um novo lar.

Em 23/05/2013 às 10h56


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Para adotar, é preciso ser maior de 18 anos e levar no dia a identidade e o comprovante de residência. Para adotar, é preciso ser maior de 18 anos e levar no dia a identidade e o comprovante de residência.
Divertidos, brincalhões e ótimas companhias. Essas são apenas algumas qualidades dos cães e gatos. Pessoas que convivem perto dos animais geralmente tem menos problemas de saúde, são mais felizes e possuem uma qualidade de vida melhor. Quem deseja ter um amigo de quatro patas em casa uma ótima alternativa são as feiras de adoção. 
Essa escolha, além de ser um ato de amor, contribui para que menos um animal fique pelas ruas da cidade. Diante disso, em Macaé diversas feiras de adoção são realizadas durante todo o ano pelas ONGs e movimentos de proteção animal, um caso desses é a que está sendo promovida pela Casa dos Anjos.
A próxima edição da feira vai acontecer no dia 2 de junho (sábado), das 10h às 17 h, na  praça da Ampra, no Parque Aeroporto. O evento conta com o apoio da Associação de Moradores do bairro.
Serão diversos cães e gatos, adultos e filhotes, machos e fêmeas, esperando por um novo lar. Todos os animais foram resgatados das ruas e receberam os procedimentos básicos de higienização e cuidados veterinários. Eles já serão doados castrados.
O processo de adoção é simples. Quem deseja adotar um animal deve ser maior de 18 anos e precisa levar no dia da feira a carteira de identidade e o comprovante de residência. 
Antes de levar o animal para casa, a pessoa deve pensar bem antes de adquirir um cachorro ou um gato e  seguir alguns pré-requisitos importantes. O primeiro passo para tomar a decisão de adotar um animal é pensar se está disposto a cuidar de um ser que vive em média 12 anos, podendo chegar a 18 anos (cães) e 20 anos (gatos). 
A responsabilidade começa no processo de adoção. A pessoa precisa pensar em alguns pontos como o tamanho do animal, gastos e a disposição. Se você não tem paciência para educar o animal filhote, os adultos são a melhor escolha. Há inúmeras vantagens, principalmente se for um cão ou gato abandonado. Esses animais ficam tão estressados por terem que viver nas ruas, vítimas de toda sorte de crueldades, que quando encontram um lar com muito amor, tornam-se gratos pelo resto de suas vidas. 
Os gastos com rações, vacinas e cuidados veterinários devem ser pensados e repensados antes da adoção. Esses itens custam dinheiro e a pessoa deve planejar para saber se tem condições de arcar com essas despesas. 
Quem não puder adotar, mas deseja ajudar, os organizadores também vão estar recebendo doações de rações, medicamentos, areia de gato, bandeja, coleiras (novas e usadas), guias, jornais, potinhos de comida, cobertores, caminhas, material de limpeza, entre outros. 
Vale ressaltar que a Casa dos Anjos não possui abrigo e não recolhe animais. Como o espaço  deles é pequeno, eles só podem ajudar os animais aos poucos. Eles vivem de doações de amigos e não recebem nenhum outro tipo de ajuda. 
Para ajudar nas despesas, que inclui veterinário, eles possuem o Bazar Casa dos Anjos. "Essa bazar é composto por coisas que a gente vende nas feiras de adoção para pagar as nossas despesas. A gente arrecada coisas que as pessoas não querem mais, como, roupas e sapatos, e vendemos a um baixo preço. Também recebemos coisas novas que vendemos, como bijuterias, porta-retratos, entre outros itens", conta uma das protetoras, Thaís.
Para adotar um animal, ajudar no bazar ou maiores informações sobre a feira, a pessoa pode entrar em contato através do e-mail: casadosanjosmacae@gmail.com. 

Autor: Marianna Fontes - marifontes@odebateon.com.br

Foto: Divulgação


    Compartilhe:

Tags: CASA DOS ANJOS.


View Site in Mobile | Classic
Share by: