Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Polícia descobre restinga no Lagomar como esconderijo do tráfico de drogas

Uma ocorrência de roubo foi registrada no bairro Bela Vista e um homem foi preso no Centro por falsa identidade

Em 29/08/2017 às 11h54


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

As drogas estavam escondidas em sacos plásticos dentro da restinga no bairro Lagomar As drogas estavam escondidas em sacos plásticos dentro da restinga no bairro Lagomar
As informações do Disque-Denúncia são fundamentais para as operações da Polícia Militar (PM). Em posse de dados precisos, as ações se tornam ainda mais eficazes.

No último final de semana, denúncias de tráfico de drogas ajudaram a polícia a realizar grandes apreensões de entorpecentes e a detenção de elementos suspeitos durante três operações diferentes. Também em Macaé, a PM realizou a apreensão de um menor suspeito de roubo e a prisão de um homem que portava diferentes documentos de identidade.

Uma das ocorrências de tráfico aconteceu no Lagomar, quando a polícia recebeu informações de que elementos estariam enterrando drogas na Restinga de Jurubatiba. De imediato, as equipes do Serviço Reservado (P2) e Grupamento de Ações Táticas (GAT I e II) foram até o bairro e ao entrar no local de vegetação avistaram cinco elementos suspeitos que, ao perceberem a presença da equipe, efetuaram disparos de arma de fogo contra os policiais, que revidaram, iniciando uma troca de tiros.

No entanto, os suspeitos conseguiram fugir e a polícia, após buscas, conseguiu encontrar dois sacos que continham 10 mil pinos de cocaína e 4 mil buchas de maconha. O material foi apreendido e encaminhado à delegacia.

Também no Lagomar, após denúncia, guarnição que realizava patrulhamento foi até a Rua W24 verificar elementos suspeitos. No local, dois homens, ao perceberem a viatura, tentaram fugir, mas foram alcançados. Com eles estava um copo de plástico que continha nove pinos de cocaína.

Em seguida, a guarnição foi até a residência do primeiro elemento, de 26 anos, para buscar o documento de identidade do suspeito, que não estava portando identificação. Ao chegar à casa, um dos policiais recebeu uma ligação do policial que estava dentro da cabine policial no bairro Lagomar, informando que o local havia sido cercado por marginais em motocicletas, cada uma com dois elementos.

Estes homens estariam realizando ameaças de que iriam matar todos os policiais do local se o chefe deles não fosse liberado, e segundo a PM, estavam falando sobre o suspeito detido sem identificação. No mesmo instante, os elementos que estavam ameaçando teriam colocado a mão na cintura como se fossem pegar uma arma, sendo necessária a ação do policial que estava no contêiner, que precisou realizar oito disparos de pistola contra eles, que fugiram em direção à beira-mar. 

Dando continuidade à operação, a guarnição acionou a Supervisão Oficial, GAT I e II, setor "Golf" e "Bancário" para buscas pelos suspeitos, sendo detidos, no total, três elementos. 

A PM ressaltou que não houve feridos durante a operação, e que também não houve danos decorrentes dos disparos. Os suspeitos, incluindo o elemento apontado como gerente do tráfico, Wanderson Machado, vulgo "Nem", de 26 anos; um menor de idade, 16 anos e outro de 18 anos, ficaram detidos na delegacia. 

A última ocorrência do final de semana de tráfico de drogas, ocorreu no Bosque Azul. Também através de uma denúncia a polícia tomou conhecimento de que elementos estariam vendendo entorpecentes em um apartamento. No local, a equipe conseguiu abordar três suspeitos, e questionaram sobre as informações recebidas pela PM. Um homem, de 30 anos, teria confirmado que estaria traficando e indicou o local que o seu material estava escondido. Foi encontrada dentro de um ar-condicionado uma sacola com 32 sacolés de cocaína, três pequenos tabletes de maconha, 47 LSD e o valor de R$ 125. Todos os envolvidos foram encaminhados à delegacia e ficaram presos por tráfico de drogas. 

Roubo

A Polícia Militar (PM) foi até o Hospital Público Municipal (HPM) verificar a informação de que um elemento que havia praticado roubo teria dado entrada no local. No hospital, os policiais tomaram conhecimento de que o adolescente, após realizar um assalto, foi detido por populares, que conseguiram encontrar um simulacro de pistola com ele.



No momento do crime, o elemento e a vítima teriam se agredido fisicamente, e que ambos precisaram ser encaminhados ao HPM para atendimento médico. O suspeito, por ser menor de idade, estava acompanhado da sua mãe. A PM ressaltou que ele já possui anotação por tráfico de drogas e o caso foi registrado na DP, sendo que o jovem e o simulacro ficaram apreendidos. 

Centro

Uma guarnição que realizava patrulhamento no Centro foi acionada por um transeunte para verificar um homem que estava no calçadão, na Avenida Rui Barbosa, tentando efetuar compras com documentos falsos. O suspeito foi abordado dentro de uma loja de celular, e a polícia pediu para que o elemento apresentasse a identidade, constatando que ele estava com três documentos de identidades com a sua foto, mas com nomes diferentes. Ele foi encaminhado à delegacia e ficou preso. 

Autor: Ludmila Fernandes ludmila@odebateon.com.br

Foto: Divulgação PM


    Compartilhe:

Tags: polícia


View Site in Mobile | Classic
Share by: