Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Tonelada de drogas incinerada é resultado de eficiência da PF

Delegacia da Polícia Federal de Macaé coordena ação que contou com participação da Polícia Civil

Em 01/09/2017 às 10h58


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Ação contou com 20 policiais das Polícias Federal e Civil Ação contou com 20 policiais das Polícias Federal e Civil
Como resultado de operações intensas de combate ao crime organizado, uma tonelada de maconha, pasta base e cocaína em pó, além de medicamentos de usos prescristos e venda proibida, foi incinerada pela Delegacia da Polícia Federal de Macaé, em uma ação que contou com a participação das Polícias Civil e Técnica da cidade e de Rio das Ostras.

As drogas foram apreendidas em operações conduzidas pela Polícia Federal entre o final de 2016 e o primeiro semestre deste ano, e estavam armazenadas no depósito da delegacia de Macaé. A incineração aconteceu na manhã de quarta-feira (30), na cimenteira CRH, situada na localidade de Euclidelândia, que pertence ao município de Cantagalo. 

De acordo com o delegado da Polícia Federal de Macaé, Felício Laterça de Almeida, o local foi escolhido dentro da recomendação do Ministério Público, e leva em consideração critérios técnicos ambientais.
De Macaé, uma tonelada de drogas foi transportada em comboio que envolveu sete veículos, entre furgão, caminhão baú e caminhonetes, com o aparato montado por 20 policiais, da Polícia Federal e Civil.

Todo o trajeto, feito pela BR 101, contou com a fiscalização reforçada de segurança.
A droga foi incinerada, das 9h às 12h de quarta-feira, em um forno de alta pressão, um processo acompanhado pelas autoridades e que contou com registros fotográficos e em vídeos.

"Esse é o resultado de um trabalho intenso, realizado com obetivo de combater o crime organizado e retirar drogas da nossa sociedade", disse o delegado Felício Laterça.

Apreensões em Macaé e em Armação dos Búzios

Drogas foram incineradas em cimenteira de Cantagalo


Dentre a tonelada de drogas incineradas pela PF, estavam cerca de 150 kg de maconha apreendida em operação em Macaé, além de 4,5 kg de cocaína apreendidas com duas passageiras de um transatlântico que aportou em Búzios.
Segundo Laterça, o volume de entorpecentes apreendidos entre o final de 2016 e o início de 2017 representa alta, em relação aos anos anteriores.

"Infelizmente é uma quantidade crescente de apreensões, que representa também o resultado de um trabalho incansável contra o crime organizado em nossa região", disse Laterça.
A Delegacia da Polícia Federal de Macaé abrange outras 20 cidades da região.

Determinação judicial

Após a apreensão nas operações coordenadas pela Delegacia da Política Federal de Macaé, as drogas são encaminhadas para perícia técnica, que indica o peso e a origem do material, além de confirmar o teor da substância.

Em seguida, é emitido um laudo pericial que passa a ser anexado no processo de registro da apreensão dos entorpecentes.
Em posse desse laudo, a Delegacia da PF solicita autorização judicial para que as drogas sejam incineradas.

Delegado da Polícia Federal de Macaé, Felício Laterça, apontou alta de apreensões como resultado de eficiência de combate ao crime organizado


"No trabalho realizado nesta semana, nós contamos com o apoio das Polícias Civil e Técnica de Macaé e de Rio das Ostras, uma parceria importante para o combate ao crime organizado", disse Felício.
Dependendo do volume de apreensões realizadas ao longo dos próximos meses, a Polícia Federal agendará um novo processo de incineração. 

Autor: Márcio Siqueira marcio@odebateon.com.br

Foto: Divulgação PF


    Compartilhe:

Tags: polícia


View Site in Mobile | Classic
Share by: