Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Tribunal Militar inspeciona o Forte Marechal Hermes

Prática é comum e acontece anualmente com o objetivo de avaliar a situação da carceragem

Em 21/09/2017 às 14h42


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

O juiz-auditor, Carlos Henrique Reiniger e o comandante da 9ª Bateria de Artilharia Antiaérea, capitão de artilharia, Al O juiz-auditor, Carlos Henrique Reiniger e o comandante da 9ª Bateria de Artilharia Antiaérea, capitão de artilharia, Al
O Forte Marechal Hermes recebeu a visita do juiz-auditor, Carlos Henrique Reiniger, na tarde de quarta-feira (20), para uma inspeção carcerária no local. A prática é comum e tem como objetivo analisar as dependências do local. 

De acordo com o juiz militar Carlos Henrique, a visita não surpreendeu quanto as suas dependências que se encontram dentro das regras e do que se é esperado pela Justiça Militar. O juiz Carlos Henrique ressaltou que essas inspeções são importantes para o resguardo dos militares e civis que estão detidos. 

Na oportunidade, o juiz-auditor e sua equipe foram recebidos pelo comandante da 9ª Bateria de Artilharia Antiaérea, capitão de artilharia, Alan Carlos Alexandre Pereira, que os acompanharam, apresentando as diversas instalações da unidade.
"Todos os anos são realizadas essas avaliações no sistema carcerário, a Justiça Militar avalia os presídios das Forças Militares, ou seja, Exército, Marinha e Aeronáutica. Não há nada que podemos dizer sobre as instalações do Forte Marechal Hermes, tudo está dentro do que se é esperado e dentro do controle", afirmou o juiz-auditor, Carlos Henrique Reiniger.

O objetivo das inspeções é avaliar a real situação da carceragem, de como estão os detentos, além das instalações, da qualidade dos alimentos, condições de higiene e ventilação, horário de banho de sol, dentre outros aspectos e atendem à determinação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O juiz-auditor também ressaltou que esta inspeção não aconteceu apenas em Macaé, e que no dia 19 de setembro ele e sua equipe estiveram em Campos dos Goytacazes, com o mesmo objetivo. Além disso, São Pedro da Aldeia, Arraial do Cabo e outras cidades do interior do Rio de Janeiro, que possuem instalações militares, vão receber a visita.

"Estivemos aqui em 2012 também, e encontramos esse mesmo cenário. As inspeções realizadas aqui no Forte Marechal Hermes são sempre bem sucedidas", finalizou.

Por fim, o capitão de artilharia, Alan Carlos Alexandre Pereira, enfatizou a importância de realizar um trabalho transparente.
"Essas avaliações são importantes para mostrar a transparência e legitimidade com a qual trabalhamos. Seguimos os preceitos e normas para uma boa conduta com os presos, de acordo com o que está previsto", pontuou o comandante Alan Carlos.

Autor: Ludmila Fernandes ludmila@odebateon.com.br

Foto: Kaná Manhães


    Compartilhe:

Tags: polícia


View Site in Mobile | Classic
Share by: