Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Atleta macaense é campeão em competição de Bicicross

Sillas Andrade, de apenas doze anos, mais uma vez fez bonito em competição realizada em Varginha, Minas Gerais

Em 19/10/2017 às 10h53


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Sillas pratica o esporte há pouco mais de um ano e já coleciona medalhas, prêmios e experiências Sillas pratica o esporte há pouco mais de um ano e já coleciona medalhas, prêmios e experiências
O amor e a paixão pelo esporte têm transformado vidas e revelado grandes atletas em Macaé. A vontade de competir é capaz de fazer o atleta superar seus próprios limites e limitações. É o caso do atleta de Bicicross, Sillas Andrade que, recém-operado de uma das visões, deixou o amor pelo esporte falar mais alto e decidiu sair da arquibancada - onde prestigiava os competidores para se juntar a eles. 

O caso aconteceu recentemente em Varginha, Minas Gerais. Em meio ao coração transbordando de alegria, a mãe do atleta Jane Andrade, conta que eles saíram em viagem para a cidade de Varginha, Minas Gerais, com o intuito de assistir a Copa Brasil de BMX - pois o filho estava com pouco mais de dois meses de operado, mas  a emoção falou mais alto e o Sillas não agüentou ficar sentado na arquibancada e ficou insistindo com o pai para dar uma voltinha na pista. "Ele prometeu que não iria saltar nem fazer nenhuma estripulia. Sendo assim, o pai deixou e quando foi no domingo ele nos convenceu a deixá-lo competir.

Nós autorizamos sua participação e pagamos a inscrição e, para nossa surpresa, o Sillas arrepiou e encantou a galera e disparou na frente e conquistou o primeiro lugar no pódio, depois de dois meses parado e sem nenhuma preparação física", disse a mãe. 

Ainda emocionada, ela conta que essa vitória foi fruto de muita fé, força de vontade e amor ao esporte. "Confesso que em nosso coração ainda havia uma grande interrogação, pois o Sillas ainda não tinha sido liberado pelo médico para a prática esportiva e segundo a medicina, ele não deveria correr de bicicleta nunca mais. Mas para uma família que acredita e que tem muita fé,  resolvemos apostar nas nossas fichas, no Deus do milagre. Agora é orar e esperar o tempo passar. Hoje estamos felizes pela vitória obtida por ele e ansiosos para saber qual será o desfecho dessa novela chamada Bicicross", ressaltou . 

O atleta, que tem apenas dozes anos, pratica o esporte há cerca de um ano e meio e já coleciona diversos títulos, medalhas, premiações e experiências. Ele faz parte da Associação Macaense de Bicicross (AMB), por meio do Projeto Macaé Pró-Bike. Seus instrutores são Eduardo Jandre e Juliano Jorge. Ainda segundo sua mãe, Sillas também treina na Essencial Fit com os treinadores Rafael e Vinicius Magiolo. 

Essa foi a segunda vez que o atleta precisou passar por um procedimento cirúrgico. "A primeira cirurgia do Sillas aconteceu em 16 de setembro de 2016. Nós estávamos em uma corrida de bicicross  em Betim, Minas Gerais, próximo a Belo Horizonte, quando o Sillas sentiu a vista embaçada. Ele competiu com a vista esquerda escura e ao chegar em Macaé ele foi diagnosticado com deslocamento de retina proveniente de um tumor na vista", contou a mãe. 

Já a Associação Macaense de Bicicross, a qual o atleta é integrante foi criada em 2005 e, desde então, promove o incentivo ao bicicross na cidade.  

Interessados em conhecer a iniciativa, basta comparecer na pista, que fica situada na Rua Dr. Benedito Carlos Ferreira, no trecho final da antiga Rua 4, no Parque Aeroporto. 

Para quem tiver interesse em ajudar o projeto de alguma forma, seja através de colaboração para a Associação Macaense de Bicicross ou através de doações de materiais, basta entrar em contato pelo telefone (22) 99968-6435 (falar com Juliano).  

Autor: Juliane Reis juliane@odebateon.com.br

Foto: Divulgação


    Compartilhe:

Tags: esporte


View Site in Mobile | Classic
Share by: