Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Moradores do Jardim Esperança ainda aguardam escola no bairro

De acordo com os relatos, sem escola, cerca de 180 alunos são deslocados para bairros vizinhos

Em 01/12/2017 às 15h01


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Sem transporte escolar, em dias de chuva, os alunos desviam das lamas  para chegar à escola em bairros vizinhos Sem transporte escolar, em dias de chuva, os alunos desviam das lamas para chegar à escola em bairros vizinhos
A educação pública de qualidade perto de suas residências está entre os sonhos dos moradores do Jardim Esperança. Mas enquanto o sonho não se torna realidade, os mais de 180 alunos que residem no bairro se deslocam diariamente para bairros vizinhos em busca da educação. 

De acordo com o presidente da Associação de Moradores, Carlos Roberto da Silva, são quase 200 estudantes que têm que se deslocar diariamente para os bairros vizinhos para estudar. 

"A gente não tem nada aqui no bairro, muito menos escola. Com isso os alunos vão todos os dias embaixo de sol ou chuva buscar ensino em outro lugar. E detalhe: Muitos deles vão a pé e atravessam a Avenida Hildebrando Alves Barbosa, pois não temos o transporte escolar aqui dentro do bairro. Já os que precisam aguardar o transporte não dispõem sequer de ponto de ônibus, uma vez que a estrutura ainda não foi feita", lamenta o presidente. 

Outro morador, João Batista Lelis dos Santos, disse que os alunos se locomovem para as escolas Zelita Rocha e Cláudio Moacyr. "A construção de uma unidade aqui no bairro seria de grande importância pra gente. Mas infelizmente esse parece um sonho distante da realidade. Em dias de chuva a situação é muito triste. As ruas ficam intransitáveis, cheias de lamas e muitos estudantes não conseguem sequer sair de dentro de casa. Com as chuvas das últimas semanas, por exemplo, precisamos fazer manifestações para chamar a atenção do poder público. No bairro ficou lama pura. Não dava para andar", disse. 

Atualmente o município conta com uma média de 36.396 alunos matriculados, distribuídos em 106 unidades de ensino. Já na rede estadual são 8.083 alunos em 11 unidades

A secretaria de Educação informou que haverá análise junto à equipe do Setor de Pré-Matrícula quanto ao número de alunos da rede municipal  e moradores do bairro Jardim Esperança, para que seja verificada a real necessidade de construção de uma escola na área e qual o segmento ou modalidade de ensino.


De acordo com a Coordenadoria de Transportes, a prioridade da rede é matricular alunos em escolas perto da moradia. No caso do Jardim Esperança o bairro mais próximo é o Parque Aeroporto, que conta com as escolas municipais Almir Francisco Lapa, Nossa Senhora da Conceição, Maria da Conceição Carvalho, Emilson de Jesus Machado, Claúdio Moacyr de Azevedo, Oscar Cordeiro e Zelita Rocha de Azevedo.

O transporte escolar dedicado (vans e ônibus) atende  alunos que apresentam necessidades especiais (Educação Especial) e aqueles que moram em áreas de difícil acesso (zona rural). Já o passe escolar atende a todos os alunos a partir de seis anos de idade (do primeiro segmento do Ensino Fundamental). São atendidos também alunos do segundo segmento do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano, Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA) .O Setor de Transporte da secretaria atende um total de 9 mil alunos.

Autor: Juliane Reis Juliane@odebateon.com.br

Foto: Wanderley Gil


    Compartilhe:

Tags: educação


View Site in Mobile | Classic
Share by: