Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Atletas macaenses são destaques em competição de BMX (Vídeo)

Sillas Andrade, Eduardo Jandre e Jesus Xavier, da AMB, participaram da 2ª etapa da Copa São Paulo

Em 20/12/2017 às 11h18


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Sillas Andrade e Eduardo Jandre foram campeões nas suas categorias, Boys 12 anos e +30 anos, respectivamente  Sillas Andrade e Eduardo Jandre foram campeões nas suas categorias, Boys 12 anos e +30 anos, respectivamente
Sem apoio do poder público, três grandes nomes do bicicross macaense mostram que o talento muitas vezes consegue superar a barreira da falta de patrocínio. O jovem Sillas Andrade, de 12 anos, Eduardo Jandre e Jesus Xavier foram destaques durante a 2ª Copa São Paulo de BMX, que aconteceu no último final de semana, no Parque Jacuí, na capital paulista. 
Representando o projeto social 'Macaé Pró-Bike', que atualmente está com as atividades paradas por conta das dificuldades financeiras, foi um dos grandes nomes da competição que reuniu mais de 200 atletas de todo o país.

Após uma prova impecável, o jovem atleta Silas Andrade, que vem se recuperando de uma nova cirurgia recente na vista, foi campeão na categoria Boys 12 anos. "Essa foi a minha sétima prova após o período parado por conta da cirurgia e em todas tive a oportunidade de subir ao pódio, sendo campeão em três delas. É muito bom poder voltar a competir, pois é uma das coisas que mais amo fazer. Por mim, se deixassem, eu treinava todo dia", diz ele que já tem planos para 2018. "Se Deus permitir, quero ser campeão paulista e mineiro, fora que meu foco são as etapas do Latino na Colômbia, Peru, Chile e Equador. Também tem o Brasileiro em julho", destaca.

Outro que garantiu o lugar mais alto do pódio foi Eduardo, campeão da categoria '30 anos +'. "Esse ano fiquei parado por conta de ter desanimado com essa situação do nosso projeto e das dificuldades de conseguir apoio e patrocínio. Mas ver o Sillas foi algo que me animou, me motivou. Conheço a história dele e aquilo me deu forças para querer voltar. Espero em 2018 retomarmos o projeto, que já contemplou 60 crianças e jovens, e voltar com tudo para as competições. A ideia é treinar ao lado do Sillas, um incentivando o outro", diz. 

Jesus, apesar de não estar entre os três primeiros, também teve um bom resultado. "Ele conquistou o quarto na categoria MTB Open, uma etapa mais competitiva", destaca Jandre.

A Associação Macaense de Bicicross espera conseguir apoio para reativar o projeto. "Sem ajuda financeira isso não será possível. Caso alguém tenha o interesse, procure a gente na pista", diz ele ressaltando que quem tiver o interesse de praticar a modalidade no local é só procurar algum representante. "A partir do dia 2 de janeiro estaremos todos os dias lá, das 19h às 20h30. Em caso de dúvidas, a gente passa todas informações lá", enfatiza. 

Quem espera voltar para as atividades do projeto é Sillas. "Faz falta porque os treinos eram mais técnicos, tinha um suporte melhor do que fazer por conta própria. Fora as amizades. Sinto falta dos colegas do projeto. Espero que ele possa ser retomado no próximo ano", finaliza. 


Os atletas também buscam apoio e patrocínio para competir. "Macaé tem atletas que estão no topo das competições e não recebem o reconhecimento do município.

O Sillas recebeu recentemente uma proposta de um clube paulista. Caso a prefeitura não manifeste interesse em dar suporte, iremos aceitar e, infelizmente, apesar de ser macaense, irá representar o Estado de São Paulo. Nosso desejo é que ele represente a sua cidade, mas temos que pensar no que é o melhor para a sua vida como atleta", diz Jane Andrade, mãe do jovem. 

Para quem tem o interesse em ajudar, o  contato de Sillas é (22) 99219-4850 (Jane- mãe) e de Eduardo é (22)99722-3653. 

Autor: Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

Foto: Divulgação


    Compartilhe:

Tags: esporte


View Site in Mobile | Classic
Share by: