Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Petrobras investirá US$ 74,5 bilhões em quatro anos

Plano de Negócios da companhia confirma informações repassadas por gerente geral da UO-BC

Em 21/12/2017 às 23h26


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Companhia se prepara para retomar posição global entre operadoras do petróleo e gás Companhia se prepara para retomar posição global entre operadoras do petróleo e gás
Confirmando informação repassada pelo gerente geral da Unidade de Operações da Bacia de Campos (UO-BC), Marcelo Batalha, divulgada em primeira mão por O DEBATE, a Petrobras investirá cerca de US$ 74,5 bilhões, no desenvolvimento de projetos, ao longo dos próximos quatro anos.

Os números foram divulgados ontem (21) pela companhia na apresentação do Plano de Negócios 2018-2020.
Parte desses dados já haviam sido apresentados por Marcelo Batalha na última quarta-feira (13), durante a reunião geral da Rede Petro-Bacia de Campos.

"E boa parte desses investimentos irão beneficiar as operações da companhia na Bacia de Campos", disse Batalha.
De acordo com a companhia, os principais pilares do Plano são: preços competitivos, eficiência de capex, eficiência do opex e programa de parcerias e desinvestimentos.

A Petrobras informou que a carteira de investimentos do Plano de Negócios (PNG) 2018-2022 mantém o mesmo nível de investimentos em relação ao PNG 2017-2021 e continua priorizando os projetos de exploração e produção de petróleo no Brasil. 

Dos US$ 74,5 bilhões previstos como investimentos, a companhia pretende destinar 81% dos investimentos à área de exploração e produção. E desse total, 77% serão aplicados no desenvolvimento de novos projetos, 12% na expansão da atual produção e 11% em novas explorações.

Em relação aos custos operacionais, a companhia continua com esforços de redução, prevendo um montante de US$ 136,8 bilhões de gastos operacionais gerenciáveis no PNG 2018-2022.

O programa de parcerias e desinvestimentos é uma parte importante do Plano e sua realização atingiu o valor de US$ 13,6 bilhões no biênio 2015-2016, já para o biênio 2017-2018 a meta é de US$ 21 bilhões.

A Companhia espera alcançar uma produção total de óleo e gás, no Brasil e no exterior, de 3,55 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed) em 2022, sendo 2,88 milhões de barris por dia (bpd) de óleo e líquido de gás natural (LGN) no Brasil, já considerando os investimentos, as parcerias e os desinvestimentos.

A Petrobras continua adotando iniciativas especificas para o aprimoramento da gestão de riscos, incluindo a identificação e o planejamento de ações de mitigação, de modo a permitir resposta tempestiva e adequada, em qualquer cenário.

Autor: Márcio Siqueira marcio@odebateon.com.br

Foto: Felipe Dana/Agência Brasil


    Compartilhe:

Tags: economia, offshore


View Site in Mobile | Classic
Share by: