Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Parque Jurubatiba fecha o ano com registro de mais de 80 mil visitantes

De acordo com balanço apresentado pelo ICMbio esse número foi somente pela entrada da unidade em Macaé

Em 27/12/2017 às 11h32


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

A Unidade de Conservação é considerada uma das mais bem preservadas do país A Unidade de Conservação é considerada uma das mais bem preservadas do país
O Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, considerado uma das Unidades de Conservação com maior número de pesquisas científicas em desenvolvimento, também vem se destacando quando o assunto é receber visitantes. A unidade que fica aberta durante todo o ano para visitação de estudantes, pesquisadores e demais interessados em conhecer um pouco mais do espaço e desfrutar de suas belezas naturais, esse ano bateu recorde e recebeu cerca de 80 mil visitantes. Os dados foram apresentados após balanço do Instituto Federal de Conservação da Biodiversidade (ICMbio). 

O analista ambiental e subchefe do Parque, Marcos César ressalta que esse número foi somente pela entrada da unidade em Macaé. "A gente acredita que em todo parque esse número deve ter sido bem maior, considerando entradas também pelos municípios de Carapebus e Quissamã", disse. 

A previsão, segundo o analista ambiental é de que, no próximo ano, esse número seja ainda maior. 
Marcos acrescentou ainda que, além do grande número de visitantes que recebeu ao longo desse ano, o Parque está fechando o ano com chave de ouro - pois de acordo com estudos trimestrais todas as lagoas da unidade mantêm-se balneáveis e de ótima qualidade. 

Vale lembrar que a agenda de visita para o próximo ano já está aberta e os interessados em conhecer a unidade de conservação já podem agendar o dia para visitação. A marcação deve ser feita pelo email marcos.jurubatiba@gmail.com.  No decorrer da visita, os participantes assistem a uma aula no auditório do Centro de Visitantes e têm acesso à torre de observação de 15 metros, onde podem ver a restinga de outro ângulo, participando de caminhada na unidade mais preservada do país e conhecendo seus ecossistemas.  

O Parque está situado no norte do estado do Rio de Janeiro, e engloba áreas dos municípios de Macaé, Carapebus e Quissamã. Ele é considerado mais que um reduto da fauna e flora das restingas. Possui um total de 44 km de praias, sendo 18 lagoas costeiras de rara beleza e de grande interesse ecológico.  

A unidade é aberta a todos os interessados em conhecê-lo. Entre as instituições que já levaram alunos para uma verdadeira aula de campo estão escolas das redes particular e pública de Macaé, Carapebus, Quissamã, Rio das Ostras, Conceição de Macabu e Campos dos Goytacazes. Além de instituições de ensino superior como universidades de Minas Gerais, São Paulo e Espírito Santo que já trouxeram acadêmicos para suas pesquisas. 

Autor: Juliane Reis Juliane@odebateon.com.br

Foto: Wanderley Gil


    Compartilhe:

Tags: meio ambiente, educação


View Site in Mobile | Classic
Share by: