Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Região: "O fundo do poço já passou"

Fátima Pacheco, prefeita de Quissamã, avalia como positivo balanço de 2017 e apresenta boas perspectivas para o novo ano

Em 05/01/2018 às 16h12


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Prefeita de Quissamã apresenta visão otimista para o novo ano Prefeita de Quissamã apresenta visão otimista para o novo ano
Com o equilíbrio fiscal mantido mesmo em um ano desafiador para as contas públicas, a prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco, avalia como positivo o desempenho do primeiro ano de sua gestão à frente do município. E com alianças firmadas em Brasília, ela aposta em dias de transformação para a cidade, ao longo de 2018.

Mesmo com a crise, que exige de todas as prefeituras da região maior eficiência para atender as exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal, Quissamã conseguiu fechar 2017 pagando em dia os salários e benefícios de todos os servidores. E ainda sobrou dinheiro para renovar a frota que atende a setores essenciais ao governo, como a Saúde e a Educação.

"O primeiro ano é sempre desafiador para qualquer governo. Mas, conseguimos arrumar a casa e garantir, em dia, o direito dos servidores que são a verdadeira força da máquina administrativa. Além disso, avançamos na estruturação da Saúde, adquirindo uma ambulância UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nova, além de um Raio X digital, que passa a equipar o Hospital Municipal", disse.

Fátima listou também projetos executados a partir de emendas parlamentares garantidas com a bancada fluminense na Câmara dos Deputados. E essa parceria política garante para o município R$ 18 milhões de verbas que irão assegurar projetos importantes de infraestrutura e de saneamento.

"As parcerias firmadas em Brasília são fundamentais para garantir mais recursos focados em realizar projetos que promovam mais qualidade de vida para a nossa população", disse a prefeita.

Para 2018, Fátima anunciou a execução de obras de construção de nova ciclovia, creche, duas Estações de Tratamento de Esgoto (ETE), além da reforma da atual ETE Central, um investimento na ordem de R$ 10 milhões.

"O fundo do poço já passou. A nossa visão para 2018 é de otimismo, com muita responsabilidade e cautela. O momento agora é de manter o trabalho focado no nosso cidadão. Esse é o nosso principal objetivo", afirmou Fátima.

Autor: Márcio Siqueira marcio@odebateon.com.br

Foto: Kaná Manhães


    Compartilhe:

Tags: política, região


View Site in Mobile | Classic
Share by: