Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Engenho da prais: Moradores cobram cobertura em pontos

Segundo eles, falta de infraestrutura gera transtornos para os passageiros

Em 10/01/2018 às 16h06


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Passageiros aguardam debaixo de sol e chuva Passageiros aguardam debaixo de sol e chuva
Na teoria, utilizar o transporte público traz benefícios para o meio ambiente e melhora a questão da mobilidade urbana, uma vez que há redução de veículos nas ruas da cidade. Mas na prática, a falta de infraestrutura ainda deixa muitos cidadãos insatisfeitos. 

Quem depende desse meio para se locomover pela cidade diz que os transtornos muitas vezes começam bem antes de pegar o ônibus. 

A falta de pontos de ônibus adequados vem sendo alvo de reclamações dos cidadãos não é de hoje. Enquanto a prefeitura desperdiça dinheiro em "terminais integrados", na Praça Veríssimo de Melo, no Centro, que não tem muita funcionalidade para os cidadãos, em outros bairros a população não conta nem com o básico de infraestrutura. 
É o caso do Engenho da Praia, que não conta com abrigo nos pontos de ônibus do bairro. 

Essa semana, o presidente da associação do bairro, Wallas Santos, procurou o jornal O DEBATE novamente para relatar os transtornos que isso tem gerado para a população. Segundo ele, a maioria dos moradores depende do transporte público para se locomover.

"O bairro voltou a cair no abandono do poder público. Os nossos pontos não contam com cobertura, ou seja, quando faz sol as pessoas ficam suando e passando mal. Já quando chove elas precisam procurar abrigo para não se molhar", relata ele.
Além das ruas internas do bairro, o mesmo acontece na Avenida Industrial. "Instalaram cobertura em pontos situados em locais com pouco movimento, como a entrada do Horto da Linha Verde, por exemplo.

Agora aqui no bairro, que tem grande demanda, não temos nenhum. É realmente algo que não dá para entender", lamenta uma moradora, que pede sigilo do nome.

Procurada, a prefeitura explicou que o  local já foi objeto de estudo da equipe de planejamento de transporte da secretaria de Mobilidade Urbana, sendo detectada a necessidade do abrigo. Oportunamente será realizada a instalação.

Autor: Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

Foto: Kaná Manhães


    Compartilhe:

Tags: cidade


View Site in Mobile | Classic
Share by: