Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Sol Y Mar: Prefeitura diz que não tem previsão para implantar sinalização

Devido a falta de contrato, não será possível implantar pontos de travessia na Linha Vermelha

Em 11/01/2018 às 12h49


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

População precisa se arriscar para ter acesso a pontos de ônibus na via População precisa se arriscar para ter acesso a pontos de ônibus na via
Na última edição de Bairros em Debate, um dos assuntos levantados pela população foi a questão da travessia na Rua Carlos Augusto Tinoco Garcia, no Sol y Mar. Segundo eles, quem precisa pegar o transporte público em um dos pontos instalados na via reclama da falta de segurança  nesse trecho.

De acordo com os passageiros, isso acontece porque a via conta com poucos semáforos, a maioria distante dos pontos de ônibus. Com isso, grande parte das pessoas acaba optando pela travessia sem segurança fora dos locais destinados. 

"Eu moro na Rua Ágata, perto do ponto. Não vou andar quase 100 metros para voltar tudo só para atravessar no semáforo. O ideal seria ter outros aqui nesses trechos de maior movimento. Dependendo do horário, você fica um tempão para conseguir atravessar por conta do intenso fluxo de veículos. Fora que é arriscado", diz uma moradora.

A nossa equipe de reportagem procurou a prefeitura para saber quais medidas poderiam ser adotadas na região. Segundo a secretaria de Mobilidade Urbana, em nota, no momento, ela está impossibilitada de atender novas demandas de sinalização horizontal manual, tendo em vista não haver contrato vigente para o serviço. 

Ela ressalta que a equipe técnica analisará o pedido e, sendo verificada a viabilidade, o serviço será executado tão logo haja novo contrato vigente. No momento o processo licitatório encontra-se em fase de elaboração.

Lembrando que cabe também aos condutores colaborarem para um trânsito seguro. O CTB ressalta que deixar de reduzir a velocidade do veículo de forma compatível com a segurança do trânsito "nas proximidades de escolas, hospitais, estações de embarque e desembarque de passageiros ou onde haja intensa movimentação de pedestres" é considerada uma infração gravíssima. O infrator poderá ser multado. 

Já o Art. 311 prevê que "trafegar em velocidade incompatível com a segurança nas proximidades de escolas, hospitais, estações de embarque e desembarque de passageiros, logradouros estreitos, ou onde haja grande movimentação ou concentração de pessoas, gerando perigo de dano" a pena passa a ser de detenção.

Autor: Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

Foto: Kaná Manhães


    Compartilhe:

Tags: cidade


View Site in Mobile | Classic
Share by: